PALAVRA DO PRESIDENTE ABRIL 2016
4 de abril de 2017
838c4d48-4134-43db-93d0-133670a0af53
CURSO DIA DO BOLO BUNGE REINVENTA RECEITAS TRADICIONAIS NO SIPCEP
13 de abril de 2017

SIPCEP LEVA IPEM E DOIS ESPECIALISTAS DE PESO PARA I FÓRUM DE PANIFICAÇÃO DA ENTIDADE

pão-francês (1)

Que conseqüências minha empresa pode sofrer caso não cumpra a legislação para venda do pão francês ou tenha problemas como uma balança que não funciona adequadamente? Esta é uma das perguntas que o gerente do Instituto de Pesos e Medidas José Roberto Barcelos, responde aos empresários de panificação e confeitaria na palestra Rotulagem, pesos das embalagens de fabricação própria e normas dentro de uma padaria – durante o I Fórum de Panificação do SIPCEP, dia 18 de abril/17, no Expotrade Pinhais, das 9hs às 13hs.

 O evento, que acontece na abertura da Mercosuper – 36ª Feira e Convenção Paranaense de Supermercados trará ainda a palestra de dois renomados especialistas: o presidente do Instituto Tecnológico de Panificação e Confeitaria – ITPC, Márcio Rodrigues – Produtividade: Caminhos para a empresa ser mais eficiente e lucrativa – e o mestre boulanger espanhol Javier Vara – Pão versus Pão. “Selecionamos palestras que possam atualizar e agregar conhecimento ao panificador. As normas do IPEM são um exemplo, temos que saber o que existe de mais recente na legislação e como podemos evitar problemas” – diz o presidente do SIPCEP, Vilson Felipe Borgmann.

PALESTRA IPEM – O gerente de verificação metrológica, José Roberto Barcelos, do IPEM, pretende reforçar na sua apresentação, as normas para os chamados produtos pré-medidos. “O empresário tem que ficar atento aos seus instrumentos de medição, sendo o mais comum a balança, para ver se o peso da embalagem está correto. Ele deve ter em mente que o consumidor não pode ter prejuízo” – disse o gerente, complementando que é importante ter funcionários capacitados para o serviço. “O IPEM faz sua fiscalização anualmente mas em caso de denúncia uma equipe vai ao local e, constatando falta de adequação com as portarias do Inmetro, um processo administrativo é aberto e pode gerar punições que podem incluir apreensões, multas e interdições” – alerta.

Outro aspecto que Barcelos pretende reforçar é a obrigatoriedade de vender o pão francês por peso e não por unidade. “No Paraná praticamente não temos padarias que vendem o pão por unidade, mas é sempre bom reforçar que a Portaria 146/2006, do Inmetro, estabelece essa norma.