d2164691-b5e9-444e-aec7-fbb8f9ebe27a
PADEIROS QUE CONCORREM AO PÃO PERFEITO DESTACAM: ‘OPORTUNIDADE DE APRENDIZADO É MAIS IMPORTANTE QUE PRÊMIO’
19 de maio de 2017
IMG_7102
CURSO DE FOLHADOS LOTA ESCOLA DO SIPCEP
23 de junho de 2017

NOITE DE FESTA PARA A PANIFICAÇÃO PARANAENSE

IMG_5388
Os irmãos Eduardo Henrique e Andrea Engelhardt, proprietários da Padaria América, receberam ontem a medalha do Mérito Industrial, concedida pela Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) à empresários e empresas com destacada atuação pelo desenvolvimento do setor industrial do Estado. A indicação foi feita pelo SIPCEP, Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria no Estado do Paraná. A solenidade marcou o fim das atividades da Semana da Indústria 2017, que neste ano percorreu todas as regiões do Paraná. 
 
Fundada em 1913 por Eduardo Engelhardt, filho de imigrantes alemães, a Padaria América é uma das mais tradicionais panificadoras de Curitiba, e referência em qualidade nos produtos e no atendimento. 
 
De lá pra cá, o negócio vem passando de geração a geração. Evaldo, filho de Eduardo, cresceu recebendo do pai todo o conhecimento sobre a padaria e suas receitas, e assumiu o negócio em 1953. Em 1999, com o falecimento de Eduardo, os filhos assumiram o negócio. Hoje, a padaria é administrada pela quarta geração da família, os bisnetos do fundador, Eduardo Henrique e Andrea Engelhardt.
 
“É uma grande honra receber uma homenagem de uma instituição como a Fiep, um reconhecimento de um trabalho de várias gerações”, afirmou Eduardo Henrique, em discurso após a premiação. Emocionado, ele destacou ainda um antigo conselho que o fundador da Padaria América costumava dar a seus sucessores em relação ao desenvolvimento da empresa: “fique pequeno sozinho e limpo”. 
 
“Nos dias de hoje, são sábias palavras. Não vou falar para que os empresários aqui presentes fiquem pequenos, nem que fiquem sozinhos, porque a figura de um investidor pode ser fundamental. Mas posso dizer a todos que fiquem limpos, para que não sejamos nós os personagens dos noticiários de amanhã”, concluiu.
 
O presidente da Fiep, Edson Campagnolo, parabenizou a Padaria América e o SIPCEP pelo trabalho desenvolvido. “Nossa intenção foi valorizar esses empreendedores, mostrando que essas pessoas mantêm a chama viva dos seus negócios, gerando empregos, renda e recolhendo impostos que beneficiam toda a sociedade”, afirmou.
 
Para o presidente do SIPCEP, Vilson Felipe Borgmann, a premiação consagra a importância do trabalho incansável e diário dos empresários do setor de panificação. “Uma homenagem que nos orgulha e nos incentiva a buscar sempre a excelência nos produtos e serviços que são levados diariamente aos paranaenses. Em um momento de economia retraída, um reconhecimento como esse é um estímulo para que nosso trabalho seja cada vez mais persistente e otimista. Podemos aprender muito com esse belo exemplo da família Engelhardt”, destacou.

IMG_5369

PREMIAÇÕES

A noite teve ainda outros premiados. O Mérito Industrial foi entregue também ao empresário Sebastião Anastácio dos Santos, fundador da Pipoteca. O título de Benemérito da Indústria foi concedido ao empresário Antonio Zanchett. Também foi entregue na noite de ontem o troféu Pinheiro de Ouro, homenagem criada com o objetivo de reconhecer personalidades e instituições que têm uma atuação em prol do desenvolvimento da sociedade paranaense e brasileira. Este ano receberam a premiação o ex-governador Jayme Canet Junior e o ex-prefeito de Capanema, Marcelino Ampessan. E, pela primeira vez, a Fiep reconheceu também o trabalho de instituições, entregando o troféu à força-tarefa da Operação Lava Jato, composta pela Justiça Federal, Ministério Público Federal, Polícia Federal e Receita Federal.