IMG_2482
SIPCEP E MOINHO ANACONDA COMEMORAM SUCESSO DE CURSO
31 de agosto de 2017
PANIFICADORA JOCASTA
DIA MUNDIAL DO PÃO: GRATIDÃO
18 de outubro de 2017

DIA MUNDIAL DO PÃO TEM PRODUTOS SEM IMPOSTO EM CURITIBA

slide

Tradicional ação do SIPCEP (Sindicato da Panificação e Confeitaria no Estado do Paraná) busca também incentivar o consumo de produtos 100% paranaenses
Pão artesanal quentinho, de fermentação natural, saboroso e sem imposto! A receita especial é para comemorar o Dia Mundial do Pão, celebrado na próxima segunda-feira, 16 de outubro. A data é festejada desde 2000, quando foi escolhida pela International Union of Bakers and Bakers-Confectioners, dos Estados Unidos.
Em Curitiba, a comemoração deste ano vai ser marcada pela tradicional ação envolvendo 29 padarias associadas ao SIPCEP, da capital e região metropolitana, que pelo terceiro ano consecutivo oferecem aos clientes pães sem a cobrança de impostos – a alíquota chega hoje a 22,5%.
Três tipos artesanais de pães fazem parte da ação:

– CENTEIO: com massa tradicional, o produto tem em Curitiba o maior consumo per capita do país.

– FIBRAS: também chamados de pães funcionais, tem menos calorias e é o produto preferido de quem busca uma alimentação mais saudável.

– MASSA BRANCA: pão 100% paranaense, é feito com trigo integralmente produzido no Estado.

Os três tipos são produzidos com fermentação natural, mais lenta, que dura cerca de 18 horas. O resultado é um pão com sabor, textura e aroma especiais.
Todas as padarias participantes passaram por processos de treinamento, realizados na Escola de Panificação Loibe de Oliveira, na sede do SIPCEP, para aprimorar técnicas e oferecer produtos com excelência de qualidade aos curitibanos.
Além do valor sem impostos, os três tipos de pães vão ter preço único tabelado nas padarias participantes: R$ 18/kg.
“É uma data bastante importante para celebrar, já que o pão é um dos alimentos mais consumidos pelos brasileiros. Nosso objetivo é mostrar o resgate do pão de nossas raízes, aquele que era feito pelos nossos avós, com fermentação lenta, mais saudável, e ainda priorizar produtos feitos com o trigo paranaense, que hoje traz uma qualidade fantástica”, observa o presidente do SIPCEP, Vilson Felipe Borgmann.
Além do SIPCEP, apoiam a ação os moinhos Anaconda, Bunge e Guth.

O PÃO!
De acordo com registros históricos, a criação do pão é mérito dos egípcios, em 4.000 a. C. Eles teriam deixado pedaços de massa dentro de um recipiente de um dia para o outro ao ar livre. Devido às condições climáticas, temperatura e umidade, a massa acabou fermentando naturalmente depois de algumas horas. Há relatos que, na região, foram encontradas tempos depois câmaras para cozimento e pedras primitivas usadas para moer grãos. Naquela época o produto servia como moeda de troca, inclusive para pagamento de salário aos trabalhadores.
No século XVII, a França se consolidou como centro de fabricação de pães. O famoso rei francês, São Luís, tornou a produção de pães mais organizada no país, dando origem a primeira padaria, chamada de “boulangerie”. Logo o novo mercado ganhou grande importância para a região, passando a ser referência mundial. E de lá veio a inspiração do chamado pão francês, o mais consumido hoje pelos brasileiros.
Já no Brasil, a panificação foi trazida pelos imigrantes italianos. A partir do século XIX, a atividade ficou mais popular e o consumo do pão passou a fazer parte efetiva da cultura do país.
Segundo dados da Organização Mundial da Saúde, o país que mais consome pão em todo o mundo é o Marrocos. A média de cada marroquino é de 100 quilos de pão por ano. Já no Brasil, o consumo per capita é de 32,61 quilos de pães/ano.

MERCADO NACIONAL!
Aproximadamente 63 mil panificadoras compõem o mercado da panificação e confeitaria no Brasil, das quais 60 mil são micro e pequenas empresas. O setor gera mais de 700 mil empregos diretos, dos quais 245 mil (35%) concentram-se na produção.
No ano passado, o faturamento estimado do setor foi de R$ 45 bilhões, segundo levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria (Abip). A panificação está entre os seis maiores segmentos industriais do País, com participação de 36% na indústria de produtos alimentares e 6% na indústria de transformação.
Outros números da pesquisa mostram que 76% dos brasileiros consomem pão no café da manhã e 98% da população são consumidores de produtos panificados. Dos pães consumidos no Brasil, 86% são artesanais, correspondendo 52% ao pão francês. Quase metade do faturamento das panificadoras (48%) provém da produção própria – o pão francês corresponde a 25%.

PANIFICADORAS PARTICIPANTES!

Curitiba:

PANIFICADORA CARROSSEL – RUA OTÁVIO FRANCISCO DIAS, 905 – ÁGUA VERDE

PANIFICADORA A PRIMOROSA – AVENIDA IZAAC FERREIRA DA CRUZ, 2736 – SÍTIO CERCADO

PANIFICADORA MISTER PÃO – RUA MANOEL EUFRÁSIO, 868 – JUVEVÊ

PADARIA AMÉRICA – RUA PRES. CARLOS CAVALCANTI, 942 – CENTRO

FENIX PANIFICADORA E CONFEITARIA – RUA SALDANHA MARINHO, 407 – CENTRO

PANIFICADORA JOCASTA – RUA MATEUS LEME, 2808 – SÃO FRANCISCO

PANIFICADORA TRIGO DE OURO – RUA GABRIEL F. DE MIRANDA, 642 – XAXIM

PANIFICADORA MIHRA – RUA SIMÃO BOLIVAR, 504 – JUVEVÊ

PANIFICADORA DA MASSA – RUA ALBERICO FLORES BUENO, 250 – BAIRRO ALTO

LA PATISSERIE – AVENIDA SETE DE SETEMBRO, 4194 – BATEL

FAMILIA FARINHA – AVENIDA NOSSA SENHORA DA LUZ, 2345 – JARDIM SOCIAL

PANTUCCI – RUA PROFESSOR SEBASTIÃO PARANÁ, 270 – VILA IZABEL

PANIFICADORA FERRARIS – AVENIDA REPÚBLICA ARGENTINA, 1571 – ÁGUA VERDE

PANIFICADORA PÃOZINHO DA HORA – RUA ENGENHEIRO NIEPCE DA SILVA, 27 – PORTÃO

TUTTI PÃES E DOCES – AVENIDA ANITA GARIBALDI, 4793 – BARREIRINHA

PANEVITA – RUA CARLOS PIOLI, 861 – BOM RETIRO

FAMILIA PERINE – AVENIDA NOSSA SENHORA DE NAZARÉ, 432 – BOA VISTA

PANIFICADORA CECÍLIA – RUA GABRIEL FRECCEIRO DE MIRANDA, 736 – XAXIM

LE DUC PÃES E DOCES – RUA AUGUSTO STRESSER, 1230 – ALTO DA GLÓRIA

LA PANOTECA – RUA GASTÃO CÂMARA, 384 – BIGORRILHO

CANTINHO DO SABOR – RUA LUIZ FRANÇA, 2685 – CAJURU

PANIFICADORA PANDOCA – RUA DESEMBARGADOR WESTPHALEN, 1373 – CENTRO

Região Metropolitana:

FLORENZI PÃES E DOCES – RODOVIA DA UVA, 1360 – COLOMBO

PADARIA CASA ITALIANA – RUA XV DE NOVEMBRO, 137 – CENTRO  COLOMBO

JULIANA PÃES E DOCES – RUA RIO PARANAPANEMA, 679 – PINHAIS

CASA ROBELL PÃES ESPECIAIS – RUA JAGUARIAÍVA, 101 – PINHAIS

TRIGO BOM PANIFICADORA E CONFEITARIA – RUA EDINEI DE LIMA GODOY, 75 – PINHAIS

SWEET HONEY CONFEITARIA – RUA GUILHERME WEISS, 271 – PINHAIS

PANIFICADORA SABOR REAL – RUA ALMIRANTE ALEXANDRINO, 888 – SÃO JOSÉ DOS PINHAIS